LEER

livro repressao resitencia 06 gr

Autor: Rodrigo Rodrigues Tavares
Coleção: Histórias da Repressão e da Resistência
Editora: Humanitas/Fapesp
Ano: 2007
Preço: R$ 28,00
Resumo: Reconstruir o cotidiano dos trabalhadores de Santos entre 1930 e 1954 - seus bairros, ambientes de trabalho e o percurso nos bondes e ônibus - é o objetivo de "Moscouzinha" Brasileira. Em uma abordagem original e instigante, a obra investiga as relações bairro-transporte-trabalho e seus diferentes significados. O bairro japonês da Ponta da Praia, as regiões portuguesas e espanholas da cidade, a ocupação dos morros, o conflito Morro/Gonzaga, o papel do bonde/ônibus e os conflitos/acomodações do ambiente de trabalho do porto e do comércio ganham vida nas páginas da "Moscouzinha" Brasileira.
Sobre o autor: Bacharel em História e mestre em História social pela FFLCH/USP, onde apresentou a dissertação aqui publicada em livro. Pesquisador do PROIN desde 1998, onde atuou como monitor bolsista Fapesp do módulo "Comunistas". Como pesquisador deste projeto temático produziu o inventário do DEOPS: O Porto Vermelho: a Maré Revolucionária 1930-1951 (São Paulo, Imprensa Oficial; Arquivo Público do Estado de São Paulo, 2001). Cruzando documentos históricos do DEOPS com depoimentos orais, o autor entrevistou Júlia Garcia, testemunho pulicado em co-autoria com Ismara Izepe Souza na revista Seminários (São Paulo, no. 1, novembro de 2002). Especializou-se em organização de arquivos pelo IEB/USP (2000), e em tradução pelo CITRAT/USP (2002). Atualmente, desenvolve tese de doutorado no Programa de Pós-Graduação em História Social, FFLCH/USP.
Sobre a coleção: A coleção Histórias da Repressão e da Resistência nos permite avaliar as ações de instituições brasileiras que tem como função a seleção e o controle do cidadão. Por meio desses estudos temos a oportunidade de conhecer o mundo da repressão e também de reconstruir o mundo fantástico da resistência, que, felizmente, não se calou durante os momentos de autoritarismo. 

Esta coleção resulta do inventário do Fundo DEOPS/SP desenvolvido pela equipe de pesquisadores do PROIN, que desde 1996, tem contribuído para construção do conhecimento histórico acerca do exercício moderno do poder por meio das instituições públicas. representa uma conquista que diz respeito ao direito à memória. Expressa o retorno ao estado de direito que restabelece as garantias individuais e as liberdades públicas, entre as quais o direito à informação e à livre circulação de idéias.

 

faceflickryoutube

Copyright © 2013 - LEER - FFLCH/USP.

Desenvolvido por webprisma