LEER

judeus

Autora: Renata Mazzeo Barbosa
Coleção: Inventário DEOPS
Módulo: VIII – Geopolítica do controle
Editora: Humanitas/Fapesp
Ano: 2011
Preço: R$ 32,00
Resumo: Este inventário trata da repressão aos judeus que, nas décadas de 30 e 40 encontravam-se radicados no Estado de São Paulo, na condição de apátridas e refugiados do nazismo. Perseguidos pelo DEOPS/SP como "Súditos do Eixo", esses judeus vivenciaram "tempos sombrios" delineados pelo antissemitismo endossado pelo governo de Getúlio Vargas. Com a entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial ao lado dos Aliados em 1942, centenas desses judeus – e principalmente aqueles nascidos na Alemanha, Áustria e Polônia – foram tratados como "adeptos do nazismo", apesar de terem perdido familiares, vens e nacionalidade em decorrência da política racista aplicada pelo III Reich. Estes documentos denunciam as injustiças praticadas pela Polícia Política paulista que, enquanto órgão de repressão do Estado varguista, agiu mobilizada pela força dos mitos, dentre os quais o do complô judaico-comunista.
Sobre a autora: É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo, com o título Redes de Solidariedade e Resistência em Tempos Sombrios: As Associações Judaicas no Estado de São Paulo (1937-1955), orientada por Maria Luiza Tucci Carneiro. Atua principalmente nos seguintes temas: anti-semitismo, Congregação Israelita Paulista, Estado Novo, Governo Dutra, Solidariedade.
Sobre a coleção: A Série Inventário DEOPS foi criada em 1996 como um instrumento de apoio aos pesquisadores interessados em consultar o acervo da Polícia Política do Estado de São Paulo, sob a guarda do Arquivo do Estado: os prontuários do FUNDO DEOPS.
Os projetos executados com base nas fontes arquivadas junto a Série Prontuários DEOPS, têm como foco a intolerância étnica e política praticada pelo Estado republicano entre 1924 -1983. Assim, a Série Inventário DEOPS pode ser considerada como produto dessa proposta acadêmica que tem sua continuidade na produção de teses de doutorado e dissertações de Mestrado em História Social. Parte destes estudos – fundamentados nos arquivos policiais e diplomáticos – foram publicados em diferentes coleções a saber: Teses & Dissertações (Arquivo do Estado e IMESP), Histórias da Intolerância (LEI; Associação Editorial Humanitas), Intolerância Política (Editora Lazuli) e Histórias da Repressão e da Intolerância (Associação Humanitas Editorial; FAPESP e Imprensa Oficial). 

A Série Inventários DEOPS encontra-se organizada em módulos temáticos cujos títulos reproduzem os "rótulos" arquivísticos empregados pela própria Polícia Política. Este conjunto de informações compõe o Banco de Dados PROIN/DEOPS, que, enquanto produto do Projeto Temático FAPESP, cumpre com o seu objetivo principal: proporcionar novos conhecimentos para a escrita da História Política do Brasil Contemporâneo. 

Nossa proposta continua aberta aos novos segmentos de pesquisa relacionados à história dos impressos políticos clandestinos, das mulheres "hereges", das comunidades de estrangeiros radicados no Brasil, dos movimentos negros e feministas, etc. Enfim, esta série nos permite repensar a dinâmica dos órgãos de repressão que, através de seus registros, nos oferecem oportunidades para a reconstituição de uma história de anônimos.

 

faceflickryoutube

Copyright © 2013 - LEER - FFLCH/USP.

Desenvolvido por webprisma