LEER

progetti

Organizador: Matteo Pasetti
Editora: Carocci Editore
Ano: 2006
Resumo: O discurso mitológico propagandeado pelo fascismo italiano muitas vezes induziu a considerar o corporativismo exclusivamente como uma doutrina de matriz, sobretudo, fascista. Na verdade, nos anos entre as duas guerras mundiais, o debate sobre o corporativismo conheceria uma ampla difusão em todos os países europeus e seria desenvolvido também fora da Europa, dando vida a uma pluralidade de projetos voltados à procura de uma "terceira via" entre o liberalismo e o socialismo. A circulação de sugestões corporativas viu emergir várias propostas de soluções para os problemas da representação dos interesses, da legitimação da autoridade politica, da reorganização do sistema socioeconômico, e envolveu na discussão também sujeitos políticos estranhos aos movimentos fascistas.
Apresentados ao congresso internacional desenvolvido em novembro de 2005 pelo Departamento de História da Universidade de Bolonha, os artigos aqui reunidos indagam a difusão das teorias e práticas corporativas sob uma perspectiva histórica comparada que alarga o campo de observação até os confins do continente europeu e se analisam em particular os casos italiano, português, romeno, eslovaco e brasileiro.
Sobre o organizador: Matteo Pasetti é pós-doutor pelo Departamento de História da Universidade de Bolonha. Estuda principalmente história do movimento sindical no entre-guerras e história do fascismo. É membro da redação da revista online Storicamente.

 

faceflickryoutube

Copyright © 2013 - LEER - FFLCH/USP.

Desenvolvido por webprisma